sábado, 13 de novembro de 2010

... poesia...

De mansinho...
Arrombaste as portas da minha poesia
Foi tarde demais quando me apercebi
Que passeavas por todos os meus cantos
Mesmo aqueles que percorreste distraído...

Alma


1 comentário: