terça-feira, 18 de janeiro de 2011

... anjos...

No infinito... a luz... o profundo...
Há anjos tecendo o amanhecer
Uns são nuvens soltas pelo mundo
Outros são raios de sol a aquecer
E sentimo-los...
Na brisa do vento...
No perfume das flores...
Em cada onda que bate...
No palpitar de um coração...
E sempre que o silêncio acontece.
Irradiam energia e protecção.
Há ternura na face
Sabedoria no olhar
Portadores de Amor extensivo
E de um pranto exclusivo
Suas lágrimas regam, uma de cada vez
Todas as flores que brotam em cada alma
Diminuindo o entrave da dor
Solta em cada pensamento
Todos temos um...
No nosso eu...
No Eterno...

Alma

15 comentários:

  1. Louvemos ao senhor!!!
    Por ter enviado seus anjos para nos auxiliar em nossa caminhada terrena...

    Beijos
    querida
    Anna!!!
    ***

    ResponderEliminar
  2. É bela a ternura que voa na pureza das tuas palavras.

    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Como tu amiga, tudo é lindo por aqui!
    Adoro o que escreves e tuas imagens!
    Beijinhos da sempre amiga
    Céu

    ResponderEliminar
  4. Belissimo, com se tivesse sido escrito por um anjo... Provavelmente foi mesmo!
    Boa semana :-)

    Antero

    ResponderEliminar
  5. "Há anjos tecendo o amanhecer"

    Parabéns pelas lindas palavras e pelo bom gosto aqui no seu cantinho.Virei mais vezes.

    Bjs

    ResponderEliminar
  6. poemas que falam e se calam dentro da alma

    ResponderEliminar
  7. Como o cantico dos anjos as tuas palavras também me transmitem uma doce serenidade.
    Beijinhos minha maninha linda!

    ResponderEliminar
  8. É bom que haja quem acredite em anjos, quem escreva como eles e nos enleve como só os seres espirituais o sabem fazer.
    Ainda não tinha passado os olhos por este magnífico blog e confesso que lamento o tempo perdido divagando por outro que pouco ou nada me disseram nem me levaram a deixar umas palavras.
    Gostei imenso do que li.
    Espero que essa inspiração não acabe e que nas proximas visitas continue a sentir-me tocado como me senti nesta vez.
    Os meus cumprimentos e um abraço de agradecimento

    Chris Morris

    ResponderEliminar
  9. Os anjos tecem o amanhecer e te inspiram a tecer o poema. LINDO!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  10. No desconhecido encontramos almas que se ocultam entre poemas e sombras, deixando vislumbrar, com subtileza, a beleza dos seus sentimentos coloridos.
    Quém és tu Anna?
    Parabéns por tudo o que encontrei aqui.

    ResponderEliminar
  11. Olá Anna,
    Sei perfeitamente quem é a Anna do Spaces, do Facebook, do Blogspot...
    Mas... quem és tu? Alma sensível, subttil, misteriosa, que me visitas envolta em véus sedosos e translúcidos?...
    Admiro-te!

    ResponderEliminar
  12. quero um destes...para mim.
    Beijos

    Maria

    ResponderEliminar